Anuncie onde seu cliente também vê!   I    Demei Geração informa sobre o reajuste da Receita Anual de Geração (RAG)   I    Onda de calor na Europa complica prevenção do coronavírus, que continua devastando o Brasil   I    Motoboy é vítima de racismo durante entrega em condomínio de luxo   I    ÁUDIO: delegado Miron detalha prisões de elementos no Getúlio Vargas por tráfico de drogas   I    Polícia Civil de Ijuí termina de desmantelar associação criminosa armada
14 de fevereiro de 2020

Serviço de Acolhimento em Família Acolhedora está com inscrições abertas para seleção de novas Famílias

Ser acolhido provisoriamente por outra família é essencial para uma criança que precisa ser afastada de seu ambiente familiar. O objetivo geral do serviço é  acolher crianças e adolescentes, que estejam em situação de vulnerabilidade social, com histórico de negligência familiar e/ou risco pessoal e social, com medida protetiva, em famílias voluntárias.

As Famílias Acolhedoras são responsáveis por receber crianças e adolescentes em ambiente familiar, garantindo atenção individualizada e convivência comunitária. Isso permite a continuidade da socialização da criança/adolescente.

É um acolhimento provisório, até ser viabilizada a solução permanente para a criança ou adolescente, seja a reintegração com os parentes biológicos ou, excepcionalmente, adoção.

Para participar do processo seletivo, alguns requisitos são exigidos, confira abaixo:

  • Possuir disponibilidade para participar do processo de habilitação e das atividades do serviço;
  • Documentos pessoais: RG, CPF, comprovante de residência e comprovante de rendimentos;
  • Estudo Social e Parecer Psicológico favorável para efetivação do cadastro da família no Serviço, estes realizado no domicílio e serviço respectivamente;
  • Certidão Negativa de antecedentes criminais e infracionais, incluindo os demais membros da família na condição de adolescentes e adultos;
  • Certidão de que os requerentes não estão habilitados à adoção, emitida pelo Juizado da Infância e da Juventude de Ijuí;
  • Residir no município de Ijuí/RS, no mínimo e comprovadamente por um ano,
  • Ter vinte e um anos ou mais,
  • Apresentar idoneidade moral, zelando pelo bem-estar da criança/adolescente;
  • Não apresentar problemas psiquiátricos ou de dependência de substancias psicoativas.
  • Atestado de boas condições de saúde física e metal,

Caso haja interesse a família deve ir até o Centro de Referência de Assitência Social (CRAS)  Glória na rua Sepé Tiarajú, 1586, ou ligar para (55) 3331-8808 e 3333-2958.

Fonte: Município de Ijuí

Notícias Relacionadas

  • “Contei minha vida perdida...

    10 de agosto de 2020
  • Demei Geração informa sobre o reaju...

    9 de agosto de 2020
  • ÁUDIO: delegado Miron detalha prisõ...

    7 de agosto de 2020
  • Polícia Civil de Ijuí termina de de...

    6 de agosto de 2020

PUBLICIDADES

PUBLICIDADES



NOTÍCIAS NO SEU E-MAIL

Cadastre-se para receber.

Entre em contato conosco



(55) 9 9186-3339 Ijuí/RS / CEP: 98700-00
Copyright 2019 ® - Todos os direitos reservados 
Enviar mensagem
Olá tudo bem!
Deixe aqui seu recado que em seguida vamos responder.
Repórter Janio Fernandes